Eu acredito no meu negócio?

Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo”. Henry Ford.

 

2

 

Costumo dizer que há três tipos de empreendedores: 1) pessoas comuns com atitudes empreendedoras em sua própria vida, 2) pessoas que abrem um negócio próprio e 3) os intraempreendedores, os que são empreendedoras na empresa onde trabalham. Nos três casos há um fator comum e essencial para a conquista de resultados: os modelos mentais que interferem no sucesso ou fracasso dessas pessoas.

 

Primeiramente, vamos entender o que são os modelos mentais e como eles influenciam a nossa vida e, em seguida, vamos refletir um pouco sobre nossos pensamentos.

 

Peter Senge diz que os “modelos mentais são pressupostos profundamente arraigados, generalizações, ilustrações, imagens ou histórias que influem as nossas maneiras de compreender o mundo e nele agir”. Eles definem como uma pessoa percebe o que acontece a sua volta, como ela pensa e se sente e como ela reage. Estão baseados no conhecimento que temos, seja real ou imaginário. Sabendo disso, tenho certeza de que você já ouviu frases como: “Empreender no Brasil não é fácil”, “Preciso trabalhar duro para conquistar meus objetivos”, “Lidar com pessoas é muito difícil”, “Eu acredito em meus projetos”, “Sou merecedor e possuo todos os recursos que necessito para ser feliz”?

 

Nossos pensamentos impactam diretamente nossas ações e conquistas. Se você acredita que pode, agirá como alguém que pode. Se acreditar que não pode, seu comportamento refletirá sua crença. Reflita um pouco:

 

  • Como estão seus pensamentos sobre seu negócio?
  • Quais são seus modelos mentais e quais comportamentos têm gerado?
  • Quais precisam mudar e quais deseja acreditar?
  • Você tem focado as soluções ou os problemas?
  • Qual é o primeiro passo que você dará rumo à mudança?

 

Quando bem desenhados, os modelos mentais permitem que os empreendedores tenham uma atitude proativa e dinâmica, influenciem positivamente seus colaboradores e criem oportunidades e negócios sustentáveis.

 

Lembre-se: “Não vemos as coisas como elas são, vemos as coisas como nós somos”, Talmude.

FacebookTwitterLinkedInGoogle+
15/01/2014 - Autor: Luciano Viana
Voltar à categoria Empreendedorismo
posts em:
Mais Sobre
Cadastre-se e receba as novidades:
Autores
  • Luciano Viana

    Coach e trainer pela International Coaching Community

    São Paulo - Brasil

  • Karina Pittini Braz

    Licenciada en Psicología y ICC International Trainer

    Montevideo - Uruguay

  • Dr. Karyn Trader-Leigh
    Consultant and ICC
    Certified Coach

    Washington, D.C. - EUA
Vídeos
[+] Ir para vídeos
Ferramentas
-->